Menu
Comente Comente esta notícia |Compartilhe Compartilhar no Facebook Twitter Instagram Indicar para amigo

Retrospectiva 2012: quem se deu bem

GM, Citroën e Fiat venderam o que prometera

Fonte: Carro online
No ano em que poucas montadoras conseguiram se estabelecer por conta das variações de humor da economia e do IPI, as grandes montadoras nacionais ficaram mais perto de alcançar a meta de vendas do ano comparando com as que dependem de importação, como Kia e Nissan. A Audi conseguiu ultrapassar o recorde mundial de vendas já em maio deste ano, com 128.900 unidades. No Brasil, ela cresceu 4,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Aqui, as montadoras que apresentaram alguma expectativa no lançamento de seus respectivos veículos, como a Fiat, Chevrolet, Citroën e, claro, Hyundai foram as que se destacaram com bons resultados. Os carros que venderam próximo da meta divulgada foram o Grand Siena e o Siena "antigo", Cruze Sport6, Sonic, novo C3 e HB20.

A Fiat anunciou, em março desse ano, que iria produzir 80.000 unidades anuais do Grand Siena e 40.000 unidades do Siena da quarta geração. Dividindo esse número por nove - que era o número de meses que restavam para acabar 2012 - o total deveria ser 13.332 carros vendidos. No fechamento de novembro, a Fiat já emplacou 11.606 unidades dos "Sienas", bem próximo daquilo que ela prometeu que produziria.

A Chevrolet também vai alcançar a meta de vendas para 2012 do Cruze Sport6, o hatch, e bem antes do previsto. A GM, no lançamento em abril, disse que venderia de 10.000 a 12.000 unidades por ano. No fechamento de novembro da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos), o acumulado do Sport6 já apontava 11.286 unidades emplacadas. E tudo isso em apenas oito meses.

Outro modelo que está deixando bastante satisfeita a montadora de São Caetano do Sul (SP) é o Sonic, tanto o hatch quanto o sedã. Em maio, no lançamento do três volumes, a marca foi bastante modesta: vender 1.200 veículos por mês, sendo que 500 seriam do Sonic sedã. Os outros 700 ficariam por conta do hatch, que não deixou barato. Apesar de ainda faltarem algumas unidades, o hatch emplacou, no mês anterior, 537 unidades, e o sedã conseguiu 650 modelos emplacados. Pelo visto 2013 começará com o pé direito para a GM do Brasil.

Apesar de não ter divulgado quantas unidades pretendia vender por mês, também devemos destacar o novo Citroën C3, que ocupa a quinta posição no raking dos hatches pequenos, com 3.091 unidades emplacadas em novembro e quase 4.000 em outubro. São 31.508 unidades no acumulado do ano. O C3 só fica atrás de VW Fox/CrossFox, Ford Fiesta, Renault Sandero e Chevrolet Agile.

A Hyundai deve estar pulando de alegria, ou pelo menos os seus executivos responsáveis por venda. Sim, porque quando a Hyundai inaugurou uma concessionária na zona sul da capital paulista, o gerente da loja garantiu a venda de 230 veículos em apenas dois dias de funcionamento. O HB20 ocupa a nona posição de vendas no ranking dos hatches pequenos da Fenabrave, mas deveria ocupar a segunda. Essa colocação se deve ao início tardio das vendas, que no acumulado do ano determina apenas 11.388 unidades até novembro. Mas ele vende, de acordo com o fechamento do mesmo mês, bem mais que o segundo colocado, que é o Ford Fiesta (6.817 contra 8.077 do Hyundai). E no início do próximo ano, como prometido pela marca, o mercado brasileiro verá o lançamento do HB20X, versão "crossover" do hatch. O sucesso só tende a aumentar.



Clique aqui, curta a fanpage do INFOCARRO no Facebook e fique por dentro das principais notícias automotivas.
Siga o INFOCARRO no TWITTER: @INFOCARRO

Fotos:

Comentários:

Clique aqui e seja o primeiro a comentar esta notícia!
Comente Comente esta notícia |Compartilhe Compartilhar no Facebook Twitter Instagram Indicar para amigo
Veibras

Infocarro nas redes sociais