Menu
Comente Comente esta notícia |Compartilhe Compartilhar no Facebook Twitter Instagram Indicar para amigo

Novo Renault Duster

Carro chega ao Brasil em 2011

Fonte: Carroonline
Maior parte da verba será utilizada na fabricação do Duster no Brasil

A Renault anunciou nesta quinta-feira (10) um investimento de R$ 1 bilhão em suas operações no Brasil. "Teremos um novo SUV com tração 4x4 no país em 2011", disse Jean-Michel Jalinier, presidente da marca no país, confirmando a notícia adiantada na quarta-feira (9) de que o Duster será feito na unidade da empresa francesa em São José dos Pinhais (PR).

Jalinier também fez um balanço do ano da marca, ressaltando o objetivo atingido em número de carros vendidos mesmo diante da crise. "O Contrato Renault 2009 estabelecia que deveríamos ter dobrado as vendas de 50.000 carros por ano para 100.000 unidades. Atingimos a meta, embora a lucratividade ainda contraste um pouco com isso", revelou o executivo. "Sofremos bastante no último trimestre de 2008 e no primeiro de 2009 em função da crise. Considerando isso, podemos dizer que nossos objetivos foram atingidos."

Para 2010, o chefe de operações da Renault prevê um mercado tão movimentado quanto em 2009. "Devemos fechar este ano com três milhões de carros vendidos, e para 2010 esperamos algo semelhante", finalizou Jalinier.

Duster: o anti-EcoSport
 
O Ford EcoSport foi lançado no Brasil em 2003, mas mesmo depois de sete anos de boas vendas ainda não tem um rival com configurações de carroceria e preço semelhantes para desafiá-lo no mercado nacional. E essa será a missão do Duster aqui: bater de frente com best-seller da marca norte-americana.
 
O jipinho usará a plataforma B0 de Logan e Sandero, terá motor 1.6 16V de 110 cv com gasolina (aqui ele será flex e deverá ter potência um pouco superior) e opção de tração 4x4. Na Europa, o Duster com tração nas 4 rodas usa motor 1.6 a diesel. No Brasil, os carros só podem usar diesel se tiverem capacidade de carga superior a 1.000 kg ou tração 4x4 com marcha reduzida. Por isso, tudo indica que ou o Duster terá 4x4 com reduzida ou utilizará um bloco com maior potência (talvez o 2.0 do Mégane) para se adequar à tração 4x4.
 
Apesar de brigar com o EcoSport, o volume de vendas do novo SUV compacto da Renault não será como o do modelo da Ford, que registrou média mensal de 3.663 unidades em 2009. "Não [venderemos tanto quanto o EcoSport]. A Ford tem mais de 400 concessionárias, nós temos cerca de 160. Mas o número de carros vendidos por loja será bom", disse ao Carro Online Alain Tissier, vice-presidente da Renault do Brasil. "É preciso vender mais de 30.000 carros por mês para que o investimento valha a pena. Mas não estou dizendo que esse será o nosso volume."
 
No Brasil, o Duster terá algumas modificações visuais para ser vendido como Renault, já que na Europa ele será comercializado como Dacia, marca mais popular pertencente ao grupo Renault-Nissan.  







Clique aqui, curta a fanpage do INFOCARRO no Facebook e fique por dentro das principais notícias automotivas.
Siga o INFOCARRO no TWITTER: @INFOCARRO

Fotos:

Comentários:

Clique aqui e seja o primeiro a comentar esta notícia!
Comente Comente esta notícia |Compartilhe Compartilhar no Facebook Twitter Instagram Indicar para amigo
Veibras

Infocarro nas redes sociais