Menu
Comente Comente esta notícia |Compartilhe Compartilhar no Facebook Twitter Instagram Indicar para amigo

Novo Cerato cresce e fica mais moderno

Modelo tem a função de ser o carro-chefe da Kia no Brasil

Fonte: Notícias Automotivas
Nos últimos anos, cada vez que apresenta a nova geração de algum modelo, a Kia tratava de reposicionar os preços, para cima. Afinal, a marca passou a ser mais valorizada no mercado brasileiro e nada mais previsível que tentar usufruir desse novo status. Coisa parecida aconteceu com o Cerato.
 
 O sedã ganhou tamanho, equipamentos e refinamento visual, mas o Grupo Gandini, importador oficial da marca no Brasil, manteve o modelo na base do segmento de médios. Desta vez, a marca coreana decidiu se conter um pouco. Em vez do aumento habitual de 30% em relação à geração anterior, a marca se contentou com um valor "apenas" 15% maior do que pedia no antigo Cerato. O preço pulou de cerca dos anteriores R$ 61 mil para R$ 71.900, na versão topo automática. Na mecânica, o preço fica em R$ 67.400.
 
 O caso é que, como a Kia não investe em produção ou em desenvolvimento no Brasil, ela se tornou alvo preferencial do super IPI - um imposto adicional de 30 pontos -, que se reflete diretamente no preço dos modelos. O resultado prático foi que as vendas da marca caíram mais de 40% de 2011 para 2012, quando o super IPI passou a vigorar.
 
 A preocupação com o Cerato foi de segurar o preço e mantê-lo na briga com versões de entrada de Toyota Corolla, Honda Civic, Volkswagen Jetta e Chevrolet Cruze. Nesse sentido, o importador decidiu manter o modelo apenas com motorização mais barata, com o propulsor 1.6 flex de 122/128 cv com gasolina e etanol, gerenciado por um câmbio de seis marchas. O motor é o mesmo utilizado no Kia Soul ou no Hyundai HB20.
 
 Com isso, a função do Cerato passou a ser a de principal produto de vendas da marca - no lugar do SUV médio Sportage, que perdeu preço e vendas com o super-IPI. As vendas projetadas para o sedã são em torno de 10 mil unidades nos 9 meses restantes de 2013, o que corresponderia a 30% das vendas da Kia no período. Além do preço, porém, o sedã médio tem outros argumentos para cumprir a meta do representante brasileiro.
 
 E o principal é estético. Assim como vem ocorrendo com toda a gama da marca coreana - que tem, inclusive, o designer Peter Schreyer como presidente -, o desenho é o grande elemento de valorização do modelo. O Cerato abandonou de vez os traços geométricos, que caracterizavam a geração anterior, e adotou um estilo mais orgânico, com uma carroceira coberta de vincos "musculosos".
 
 De qualquer ângulo que se observe, não é possível encontrar qualquer traço que identifique este Cerato de 3ª geração com o anterior. A grade, em referência a um rosnado de tigre, mantém a identidade de marca. Só que agora ela é ladeada por faróis de desenho bem irregular.
 
 Na parte superior do conjunto ótico, uma linha de led faz as vezes de pálpebra e dá um ar bem agressivo ao modelo. Na traseira, as grandes lanternas em forma de olho são posicionadas bem no limite superior do porta-malas e emprestam bastante robustez ao conjunto. A linha do perfil se assemelha a uma onda, sem qualquer ângulo vivo.
 
 Também no interior não sobrou qualquer resquício do antigo Cerato. Apesar de ter crescido muito pouco por fora - 3 cm no comprimento e 2,5 na largura -, houve uma grande redistribuição de áreas. Para o habitáculo sobrou um bom entre-eixos de 2,70 m.
 
 O sedã médio também ganhou uns poucos equipamentos como direção elétrica com três modos de condução, ar digital dual zone e sensor de obstáculos dianteiro, que se somaram aos já existentes acendimento automático de faróis, sensores de obstáculos traseiros e os praticamente obrigatórios ABS e airbags frontais. Nada que o deixe em vantagem em relação aos rivais diretos.





Clique aqui, curta a fanpage do INFOCARRO no Facebook e fique por dentro das principais notícias automotivas.
Siga o INFOCARRO no TWITTER: @INFOCARRO

Fotos:

Comentários:

Clique aqui e seja o primeiro a comentar esta notícia!
Comente Comente esta notícia |Compartilhe Compartilhar no Facebook Twitter Instagram Indicar para amigo
Veibras

Infocarro nas redes sociais